EMENTA: Contextualização histórica da emergência das teorias de relações internacionais. Matrizes filosóficas. Realismo. Idealismo. Debate clássico realismo versus idealismo. Escola inglesa. Behaviorismo. Debate metodológico. Neoliberalismo. Neorrealismo. Teoria da interdependência complexa. Neoinstitucionalismo. Cooperação e conflito. Sociedade internacional, anarquia. Regimes internacionais.

Objetivos Gerais

Compreender o surgimento e a evolução do campo teórico das Relações Internacionais, destacando as abordagens consideradas tradicionais: o realismo, o liberalismo e suas respectivas variantes, bem como a Escola Inglesa.

 

Objetivos Específicos

Permitir que se conheça obras e autores que são referências na área por oferecerem conceitos e perspectivas que se constituem como ponto de partida para pensar as Relações Internacionais; dotar os(as) estudantes de instrumentos que permitam a compreensão de posições teóricas e filosóficas que informam as decisões de política internacional; e contribuir para o desenvolvimento de uma postura crítica e senso de autonomia dos(as) estudantes.

Bibliografia que consta no projeto pedagógico

Bibliografia básica:

CARR, Edward Hallett. Vinte anos de crise 1919-1939: uma introdução ao estudo das Relações Internacionais. São Paulo; Brasília: Imprensa Oficial do Estado; Ed. UNB, 2001.

KEOHANE, Robert O.; NYE, Joseph S. Power and Interdependence. Glenview: Scott Foresman, 1989.

KRASNER, Stephen (Ed). International Regimes. Ithaca; London: Cornell University Press,1983.

MORGENTHAU, Hans J. A Política entre as Nações: a luta pelo poder e pela paz. São Paulo; Brasília: Imprensa Oficial do Estado; Ed. UNB, 2003.

WALTZ, Kenneth N. Teoria das Relações Internacionais. Lisboa:  Gradiva, 2002.

Bibliografia complementar:

ARON, Raymond. Paz e Guerra entre as Nações. São Paulo; Brasília: Imprensa Oficial do Estado; Ed. UNB, 2002.

BULL, Hedley. A Sociedade Anárquica: um estudo da ordem na política mundial. São Paulo; Brasília: Imprensa Oficial do Estado; Ed. UNB, 2002.

JACKSON, Robert; SORENSEN, Georg. Introdução às Relações Internacionais: teorias e abordagens. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2007.

NOGUEIRA, João Pontes; MESSARI, Nizar. Teorias das Relações Internacionais: correntes e debates. Rio de Janeiro: Campus, 2005.

RAMALHO DA ROCHA, Antônio Jorge. Relações Internacionais: teorias e agenda. Brasília: FUNAG; IBRI, 2002. ISBN: 85-88270-09-9

 

 

Método de ensino: Aulas assíncronas e síncronas. Algumas aulas serão previamente gravadas e estarão disponíveis, no formato de vídeos, para alunos e alunas (nesses casos, teremos aulas semanais que consistirão em discussões sobre os textos e relacionamento com eventos contemporâneos e esclarecimento de dúvidas, mas que não serão uma mera repetição da aula gravada). No caso de aulas síncronas, elas também serão disponibilizadas posteriormente no formato de vídeos para os estudantes. Durante a semana, nos horários de aula, o professor e/ou o monitor estarão presentes online para discutir os textos com a classe, esclarecer dúvidas e participar de discussões teóricas e em torno da conjuntura geopolítica contemporânea. Para tanto, é fundamental que os textos principais sejam lidos.

Será utilizada a plataforma do Moodle para a colocação de textos, avisos e tarefas. Espera-se consultem constantemente a página.

As aulas serão ministradas através do Google Meets e disponibilizadas no Youtube, no modo de acesso restrito, ou seja, apenas a classe que receber o link poderá assisti-la.

Caso seja necessário alterar alguma das ferramentas digitais de aulas, haverá uma comunicação prévia.